Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in posts
Search in pages

Storytelling: A arte de contar histórias na sua empresa!

Toda marca quer conquistar o seu espaço perante o consumidor. O grande problema é que o mercado tem diversas opções de produtos e serviços que são parecidos entre si. Diante de tanta informação, ser lembrado pelo público é um desafio e destacar-se da concorrência é imprescindível para a sobrevivência do negócio.

Foi por conta desse cenário que as empresas começaram a testar diferentes formas de abordagem para se aproximar do público. Uma das alternativas que encontraram foi a adoção de um método chamado de Storytelling. Ao tornar a experiência do cliente mais humanizada, as empresas encontraram uma ótima estratégia para fazer as pessoas se apaixonarem o seu negócio.

Certo, mas o que é storytelling?

Definição

Storytelling é um termo que vem do inglês (story ou história + telling ou contar) e significa “narração de histórias”. É uma ferramenta capaz de transformar e histórias e acontecimentos em narrativas que emocionam o público e se eternizam na memória de quem as ouviu ou as viu.

Apesar de somente ter recebido atenção recentemente nas empresas, o storytelling é um recurso proveniente de áreas como a literatura e o cinema. Na verdade, a tradição de contar histórias está presente desde os tempos mais primitivos da raça humana e serviu como forma de criar laços e gerar conexão entre as pessoas.

O ser humano sempre sentiu atração por histórias. É por isso que o storytelling está sendo cada vez mais usado. Histórias são baseadas em pessoas, e isso proporciona uma troca de experiência autêntica entre a empresa e o cliente, tornando-se, portanto, uma forma muito mais eficaz de comunicação ao gerar um rapport com o consumidor.

Agora que você já está familiarizado com o termo, vamos entender um pouco mais sobre como a narração de histórias é feita.

Como usar o Storytelling?

O primeiro passo é identificar o seu objetivo. Quais os motivos que fizeram você querer narrar determinada história? Que reações você quer provocar?

Outra parte importante é saber qual será o seu público. Para isso, torna-se importante conhecer essas pessoas. Se você já tiver uma buyer persona, essa é a hora de utilizá-la. Saber com quem você irá falar ajudará a elaborar a sua narrativa, ao inserir gatilhos que geram empatia.

Quando você termina esse processo, chega a hora de estruturar a sua história. Divida-a em três atos:

  • Começo, no qual será apresentada a situação e toda a ambientação no qual a história irá progredir;
  • Desenvolvimento, parte que contém as dificuldades que a sua personagem irá enfrentar e o clímax, que é o momento máximo da sua história;
  • Conclusão, que é o desfecho de tudo o que se passou e, nesse caso, apresenta a solução de como o seu produto ou serviço resolve a dor do consumidor.

Lembre-se de criar personagens marcantes e inserir elementos que emocionem o público. Tome cuidado para não se prolongar demais nas descrições, é interessante que as histórias não sejam tão longas. Caso contrário pode acontecer de o público perder interesse no que você tem a dizer.

Onde usar o Storytelling?

O storytelling pode ser usado em diversas ocasiões, desde um pitch de vendas até na apresentação da sua empresa. Não importa se a empresa é B2B (negócios entre empresas) ou B2C (negócio entre empresa e consumidor), o storytelling sempre pode trazer benefícios.

Que tal analisarmos alguns casos interessantes no qual ele foi usado? Vamos lá!

O uso mais comum do storytelling é dentro de campanhas de marketing. Através da incorporação dessa técnica, a empresa cria uma forma de vender o seu produto utilizando recursos persuasivos e não invasivos.

Existem várias ações que seguem esse raciocínio, uma que nos chamou atenção foi a da Dove, empresa de higiene pessoal. O comercial tem como slogan a frase “Você é mais bonita do que pensa” e tem como objetivo trazer uma reflexão sobre como nos enxergamos. Veja a ação no link: https://www.youtube.com/watch?v=ABups4euCW4

Outro caso é no Branding. Esse termo designa o esforço que gira em torno da gestão da sua marca e qualquer tipo de percepção que as pessoas têm dela. Construir uma história em torno da sua marca através do storytelling é uma forma eficaz de destacar o seu produto.

Um ótimo exemplo é a Coca-Cola, que sempre busca associar a sua bebida a momentos felizes e cria uma série de narrativas ao redor desse conceito. Ao disseminar a logo “abra a felicidade” a marca acaba agregando um valor muito maior ao seu produto e cria uma lembrança positiva na mente do consumidor.  

Conclusão

Conseguiu entender o poder que as histórias têm? Pois é! Hoje, não basta ter um produto bom, é preciso ter algo por trás dele. As pessoas querem se identificar com o que você oferece e querem ver um propósito na sua marca. O storytelling certamente vai te ajudar a fazer isso!

COMPARTILHE ESSE POST

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Se inscreva na nossa newsletter

Fique por dentro dos melhores e mais atualizados conteúdos sobre gestão e leve sua empresa para um novo patamar. É simples, digite seu nome e e-mail abaixo: