Gestão de Pessoas: como organizar o time de colaboradores

Para ter uma boa gestão de pessoas na sua empresa, não é suficiente ter apenas uma boa liderança e comprometimento com os resultados pretendidos.

É importante criar espaço para melhor valorizar cada membro da equipe, fazendo com que eles desenvolvam habilidades, que estejam satisfeitos com o ambiente de trabalho, e melhores o seu desempenho.

Por isso, é essencial entender não só o conceito de gestão de pessoas, mas o quanto que esse setor é estratégico para as empresas, pois qualquer negócio é formado e operacionalizado por pessoas, com diferentes, defeitos, qualidades e habilidades, que devem ser ponderados de modo que seja investido esforços certos de forma eficaz.

Hoje, neste post, trazemos não só o conceito de gestão de pessoas, mas o quanto que ela é importante, e como você pode organizar seu time da melhor forma.

O que é gestão de pessoas?

Basicamente, a gestão de pessoas pode ser definida como a união de ações, definições, e métodos que tem como principal objetivo desenvolver soft e hard skills das pessoas.

Todas essas ações devem colaborar para o engajamento e motivação dos colaboradores, que serão facilmente revertidos em maiores disposição e produtividade, otimizando o crescimento e resultados da empresa.

Pode ser considerado, atualmente, um dos principais desafios das organizações, pois ele deve ser totalmente alinhado com a estratégia e o propósito do negócio, desde os processos de entrada até os processos de manutenção e saída, que devem promover uma experiência única que fortaleça a marca interna e consequentemente externamente.

Qual a importância da gestão de pessoas para as empresas

Considerando uma equipe que execute mecanicamente suas tarefas, dificilmente ela desenvolverá um maior sentimento de dono, e de propósito, que as pessoas se sintam motivadas de modo que realizem suas atividades com maior dedicação.

Funcionários desmotivados, não encontrarão significado em seu trabalho, nem se esforçarão para entregar o melhor, mas irão entregar apenas o mínimo necessário para manter seu emprego e receber a remuneração mensal.

Apesar de todos necessitarem de dinheiro para pagar suas contas e suprir com as necessidades básicas, essa não é a melhor forma de trazer resultados para a empresa, e limita a capacidade dela inovar e crescer.

Sem uma metodologia de gestão de pessoas adequada, cada pessoa realizará o seu trabalho do modo que achar adequado, e o time não atuará de forma integrada, e alinhada criando um ambiente mais colaborativo e sinérgico, para gerar um trabalho de qualidade.

Quais os principais processos para organizar o time?

Para ter uma boa organização do time, existem alguns processos são fundamentais para garantir a qualidade do setor de gestão de pessoas.

1. Gestão de cargos e salários

O processo de gerir cargos e salários, é uma forma de possibilitar à empresa a distribuição e organização dos cargos conforme a sua relevância, e, assim, oferecer remunerações de acordo com o grau de complexidade, responsabilidade, e estarem alinhados com a média salarial do mercado.

Por meio de uma boa gestão de cargos e salários, a empresa proporcionará um ambiente onde o colaborador enxergue com clareza, as principais competências para desenvolver no cargo, além de entender o que é preciso para conseguir uma possível promoção, posteriormente. Esse gerenciamento, pode ser um bom aliado da empresa, e servir como motivação, além de potencializar os resultados das pessoas no trabalho.

2. Processo de recrutamento e seleção eficiente

O processo de recrutamento e seleção, não só um dos primeiros, mas um dos mais importantes quando falamos sobre gestão de pessoas. Pois, é o processo onde os futuros colaboradores têm o primeiro contato com a empresa e sua cultura.

Para que esse processo seja bem-sucedido, é fundamental que a empresa, tenha, de forma clara, qual o perfil desejado, e quais as expectativas que devem ser alcançadas por cada colaborador, antes de abrir vaga para os cargos.

Durante a execução do processo, a empresa deve internalizar a importância da cultura organizacional, para que a equipe que está executando o processo de seleção, consiga decidir com base no que for melhor para o negócio.

Habilidades técnicas são importantes e devem ser avaliadas, mas o alinhamento com a identidade organizacional da empresa tem maior peso no momento de decidir quem fica e quem sai, considerando que é mais fácil desenvolver as hard skills, do que soft skills.

Um recrutamento e seleção mal feito, pode gerar sérias consequências inclusive para a estratégia da empresa, pois um time desalinhado, dificilmente irar “comprar” os objetivos da empresa, e trabalhar sinergicamente para o alcance dele.

3. Avalie o desempenho dos colaboradores constantemente

Outro processo importante para melhor organização do time é a avaliação de desempenho para mensurar o desenvolvimento e o potencial dos colaboradores.

Essa avaliação servirá para a empresa identificar talentos, para engajar os profissionais e até aumentar sua produtividade, quando, no momento da avaliação é possível perceber quais os pontos de melhoria de cada pessoa, e assim direcionar esforços para melhorar sua performance.

Considerando que no momento do recrutamento e seleção, identificamos as pessoas mais alinhadas com o que a empresa precisa para compor o time, na avaliação de desempenho ocorre a reafirmação desse alinhamento, ou seja, se elas continuam alinhadas com a cultura, ou se houve alguma mudança nesse aspecto.

O principal resultado da avaliação de desempenho, é uma equipe que entenda como está sua performance e o que ela precisa para se desenvolver mais, além de auxiliar no processo de tomada de decisão de possíveis promoções, sucessões, e/ou demissões que possam ser feitas.

4. Desenvolvimento e treinamentos

Após avaliarmos o desempenho das pessoas, é fundamental que haja um processo constante de desenvolvimento e treinamento destas, para que a melhoria seja contínua, e que o colaborador tenha melhores resultados na próxima avaliação.

O primeiro passo é dar os feedbacks necessários para que o colaborador tenha ciência dos seus pontos fortes, e os pontos a serem melhorados, seja de forma geral, ou dentro de um processo específico.

Além disso, além de reconhecer os talentos da empresa, é interessante recompensá-los de forma real. Existem inúmeras formas de fazer isso, tudo vai depender do que motiva a equipe e das condições financeiras da empresa para promover esses benefícios.

Outro ponto é o treinamento do time, que deve ser feito de forma individual ou coletiva, considerando a identificação de déficits em competências gerais para promover capacitações que envolvam todos os colaboradores, e pontos de melhoria específicos de cada colaborador, de modo a fornecer treinamentos mais personalizados e adaptados.

Como podemos perceber ao longo do post, os processos de gestão de pessoas, promovem não só um time organizado, mas gera um diferencial competitivo muito forte, e que pode ser considerado “não copiável” pela concorrência.

Além disso como benefícios que a empresa pode ter por ter esses processos bem definidos e organizados são:

– Uma cultura organizacional sólida e fortalecida;

– Melhoria no clima organizacional;

– Colaboradores, engajados, motivados e produtivos;

– Alinhamento das expectativas da empresa com as expectativas individuais dos colaboradores;

– Redução considerável da rotatividade;

– Aumento do nível de aprendizagem e da inovação;

– Melhoria na experiência do cliente, considerando que o time estará melhor preparado.

Agora que você conhece e entenda a importância da gestão de pessoas para o seu negócio, e entende quais os processos garantem um time melhor organizado, chega o momento de colocar todo esse conhecimento em prática. Nós da FCAP Jr. Consultoria, estamos a disposição para ajudá-lo em toda a missão.



Deixe um comentário!