Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in posts
Search in pages
Pessoa investindo em consultoria financeira empresarial

Como funciona uma Consultoria Financeira Empresarial e quando contratar

Independente do segmento ou porte, para que uma empresa cresça de forma estruturada e principalmente lucrativa, são necessárias as melhores práticas de gestão, principalmente considerando um cenário mercadológico cada vez mais volátil e incerto.

O setor financeiro é um dos pilares mais importantes para o desempenho do negócio, e a ele deve ser dada uma atenção especial.

A consultoria financeira empresarial é uma alternativa para ter um gerenciamento inteligente dos ativos e passivos da organização, habilidade que pouquíssimos gestores dominam.

Ao contratar um serviço como esse, o empreendedor terá mais tempo para direcionar seus esforços para trabalhar estrategicamente em inovação, por exemplo.

Esse serviço pode ser decisivo para garantir uma saúde financeira estável para sua empresa.

E hoje, neste post falaremos como funciona esse tipo de consultoria e qual o melhor momento para contratá-la!

Afinal, o que é uma consultoria financeira empresarial?

A consultoria financeira é basicamente um serviço que tem como principal objetivo diagnosticar problemas no setor, traçar soluções, e estruturar um plano de ação detalhado que irá impulsionar os resultados da área.

Sua importância está na mudança proporcionada na forma de gerenciar os recursos financeiros da empresa, otimizando o processo de tomada de decisão, uma vez que o gestor terá a oportunidade de trabalhar com dados e indicadores que as nortearão.

Além disso, um resultado iminente desse serviço é a otimização dos recursos, dos investimentos feitos, da lucratividade do negócio e da análise do seu desempenho em relação aos objetivos estratégicos pretendidos.

Sem uma boa estrutura financeira, dificilmente a empresa estará preparada para lidar com cenários pessimistas e otimistas que possam surgir, eventualmente.

Como funciona uma consultoria financeira empresarial?

A execução de um serviço de consultoria financeira, depende de uma série de variáveis, geralmente atreladas ao nível de maturidade e organização da empresa com relação as suas finanças, mas geralmente elas seguem as seguintes etapas:

  1. Execução do diagnóstico

Primeiramente, é feito um diagnóstico, para que a empresa contratada entenda qual a situação do setor financeiro da empresa, quais os processos executados, quais os negligenciados, além de analisar os dados históricos do fluxo de caixa, demonstrativos financeiros, e outros relatórios que a empresa utilize.

Nessa fase serão identificados os principais gargalos existentes nos processos, e quais os motivos para que eles ocorram.

Além disso são analisados os centros de custos, a relação das finanças com os outros setores da empresa, a formação de preço dos produtos e/ou serviços, e todas as informações financeiras que estejam disponíveis para que o plano estruturado seja assertivo e bem-sucedido.

  1. Construção do plano de consultoria financeira

Após a análise de todas as informações possíveis, é chegado o momento de planejar de que forma a empresa de consultoria poderá atuar de modo a otimizar os processos financeiros do negócio.

Ela pode atuar de várias formas no serviço, tudo vai depender da necessidade e realidade do cliente, o que torna o serviço bem personalizado e adaptável.

A seguir iremos listar os principais itens que podem fazer parte de um plano de consultoria financeira:

  • Planejamento Financeiro: É necessário quando o negócio necessita alinhar os seus objetivos estratégicos com a sua situação financeira, de modo a distribuir os recursos nas atividades que serão realizadas ao longo de um determinado período.
  • Estruturação do controle financeiro: deve ser feito quando não há um gerenciamento eficiente das entradas e saídas da empresa, das atividades operacionais e estratégicas ligadas às finanças, além de analisar e identificar as ineficiências nos processos para enfim corrigi-las.
  • Análise de Viabilidade Econômico-Financeira: É uma análise que serve para entender a viabilidade de possíveis investimentos, independente do seu tamanho. Assim o gestor terá uma maior segurança para tomar decisões sobre onde e quando investir seu dinheiro. Aqui são elaboradas projeções, fluxos de caixa projetados e são construídos indicadores que otimizarão a análise.
  • Formação de preço: muitos gestores acabam precificando seus produtos e serviços com base em fatores que não correspondem a realidade dos ustos diretos e indiretos envolvidos. Aqui serão analisados os preços atuais, e estruturada uma precificação na qual os produtos sejam capazes de “se pagar” e ao mesmo tempo gerar lucro para a empresa.
  • Valuation: tem como finalidade avaliar o valor real da empresa, utilizando metodologias que analisem a capacidade de gerar receita, seus ativos, e assim preparar a empresa para uma possível transação de venda.
  • Auditoria Financeira: Aqui serão auditadas as informações financeiras, bem como seus relatórios e sistemas utilizadas, com a finalidade de verificar a veracidade e consistência dessas informações
Pessoa se planejamento para uma consultoria financeira empresarial
Foto de Tirachard Kumtanom no Pexels
  1. Construção do plano de implementação

Definidas quais as áreas/processos que serão realizados na consultoria, será construído um plano de implementação, com as etapas de acordo com o que foi planejado pelos consultores.

Durante todo o processo é fundamental haver um alinhamento entre o que o cliente deseja e entende como necessidade e a empresa de consultoria, para que ele enxergue o valor no plano executado.

Todas as etapas do plano devem ter tarefas e prazos bem definidos, além de uma sequência lógica de modo a evitar retrabalhos.

É essencial que os resultados obtidos com o plano sejam acompanhados regularmente, para que qualquer correção possa ser feita no decorrer do mesmo.

Razões para contratar uma consultoria financeira empresarial

A contratação de uma consultoria financeira pode ser feita por vários motivos, a seguir listaremos algumas situações que levam os gestores a fazer esse investimento.

  • Ausência de controle financeiro;
  • Não saber como alcançar os objetivos financeiros pretendidos;
  • Ter um processo de formação de preço ineficiente;
  • Não saber analisar e identificar quais os melhores investimentos;
  • Não ter um bom domínio sobre gestão financeira;
  • Ter um controle de gastos inadequado;
  • Não conseguir identificar o retorno dos investimentos feitos.

E para finalizar

Podemos identificar o quão importante é ter um setor financeiro bem estruturado, com processos eficientes que entreguem os resultados esperados.

Um serviço de consultoria financeira fará com que os processos da área sejam executados da melhor forma possível, fazendo com que ela atue de forma estratégica na empresa, como tem que ser.

Que tal conhecer mais sobre esse serviço, na prática? Então entre em contato conosco! Temos uma equipe preparada para impulsionar seus resultados!

COMPARTILHE ESSE POST

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Se inscreva na nossa newsletter

Fique por dentro dos melhores e mais atualizados conteúdos sobre gestão e leve sua empresa para um novo patamar. É simples, digite seu nome e e-mail abaixo: