Categorias
Marketing e Vendas

Como vender mais pelo Instagram da sua Empresa

Como usar o Instagram da sua Empresa!

A sua empresa possui uma conta no Instagram?

Caso a resposta seja “não”, esse blogpost foi feito para você. Caso a resposta seja “sim” mas você não enxerga muito valor na plataforma ou não a movimenta com constância, também se sinta contemplado!

Neste artigo, falarei sobre essa rede social que vem crescendo dentro do universo empresarial e darei algumas dicas para que você saiba como utilizá-la da melhor forma!


Para começar, gosto sempre de trazer alguns dados bem relevantes. 

1) Quase 50%  das empresas brasileiras estão presentes no Instagram.

2) 30% dos usuários já compraram algo que conheceram pelo Instagram.

3) 80% dos usuários interagem com pelo menos uma marca.

Só através dessas três informações já é possível notar que existem alguns bons motivos para que a sua empresa esteja presente nesta plataforma, correto?

“Mas Lucas, a minha empresa é B2B. Não faz muito sentido estar presente no Instagram…”

*B2B: modelo de negócios no qual a empresa vende seu serviço ou produto para outras empresas.

Se você pensa dessa forma, comece a mudar de ideia. Afinal, por trás de todo CNPJ existe um CPF. Estudos indicam que o Instagram, juntamente com o LinkedIn, é a rede mais fácil para gerar oportunidades com grandes empresários.

Agora que você já possui todos esses dados em mãos e entende o porquê de se estar presente nessa rede social, vamos dar 5 dicas valiosas para que você já comece sabendo as regras do jogo.

#1   Faça um Planejamento para o Instagram

Pare um pouco e faça um planejamento rápido de como você utilizará o seu Instagram a partir de agora.

Pense em metas de publicações por semana, como serão as publicações, quem fará os padrões visuais, orçamento…

O importante é começar de modo organizado para que não corra o risco de, com o tempo, você deixar de lado. Pense nos detalhes e, feito isso, mãos à obra. 

#2  Saiba o que Publicar

Existem várias coisas que você pode publicar no perfil da sua empresa. É importante variar o tipo de conteúdo para que os seus seguidores não se cansem de ver as suas postagens. Dito isso, vejamos algumas possibilidades:

Informações sobre o seu Produto / Depoimento de Clientes / Vídeos tirando dúvidas dos seus clientes / Curiosidades sobre o segmento em que você atua / Publicações de Datas Comemorativas (Feliz Natal, por exemplo) / Rotina dos seus Funcionários / Informações sobre a Cultura da sua empresa / Vídeos com conteúdos que se relacionam com a sua área de atuação

Como já deu pra perceber, exemplos não faltam. Diversifique as suas publicações e acompanhe o engajamento de cada uma. 

#3  Impulsione as suas Publicações

Para as empresas que ainda não possuem conta no Instagram (ou para aquelas que já estão a um bom tempo sem usar), impulsionar as publicações é crucial.

Basicamente, trata-se de investir um valor para que a sua publicação possa aparecer para mais pessoas! 200 reais é o suficiente para que o seu post seja visto por milhares de perfis. Você ainda tem a opção de definir qual é o seu público-alvo, segmentando por idadegênero e localização geográfica

Porém, seja estratégico!! Escolha bem qual será o post que você irá impulsionar. Ele precisa ser chamativo e ter um call to action claro para que as pessoas se interessem pelo seu perfil e, no futuro, possam se tornar clientes da sua empresa.

#4  Divulgue o seu Site no Instagram

A quarta dica é uma das mais importantes. O seu Instagram é um portal capaz de levar o seguidor para o seu site

Caso você possua um blog no seu site, utilize o Instagram para divulgar os seus conteúdos e levar os seus followers para o artigo. Para isso, você deve fazer um post no seu Instagram e, na legenda, informar que o link está na sua biografia!

Dica extra: Utilize o Linktree para divulgar vários links pelo seu Instagram! Essa ferramenta gratuita gera um link para você colocar no seu perfil e, ao clicar nele, o seu seguidor seleciona qual conteúdo ele está buscando. Isso faz com que você possa divulgar vários conteúdos simultaneamente ????

 

Clique aqui e conheça a ferramenta!

#5   Analize os seus Seguidores

Uma vez que você retornar com as suas publicações e passar a ter mais seguidores, é muito importante que você analise quem são as pessoas que se interessaram pelo seu negócio!

O Instagram, quando no modelo Comercial, consegue mostrar gráficos informando a faixa etária média dos seus seguidores, o gênero, a localização, os horários e os dias da semana em que eles estão mais presentes na plataforma.

Com esses dados em mãos, você pode traçar uma série de estratégias para aproveitar melhor o seu público-alvo e, até mesmo, utilizá-los para construir a sua Buyer Persona!

Tudo isso oferecido gratuitamente pelo Instagram. 

 

A partir dessas dicas você não tem mais desculpas para não estruturar o Instagram do seu negócio! Espero que eu tenha ajudado você de alguma forma e, caso possua alguma dúvida, me coloco à disposição!

E claro: caso você deseje que a FCAP JR. Consultoria te ajude a impulsionar o seus resultados, basta clicar aqui e solicitar uma reunião gratuita conosco!

Até a próxima! 

Categorias
Curiosidades

Storytelling: A arte de contar histórias na sua empresa!

Toda marca quer conquistar o seu espaço perante o consumidor. O grande problema é que o mercado tem diversas opções de produtos e serviços que são parecidos entre si. Diante de tanta informação, ser lembrado pelo público é um desafio e destacar-se da concorrência é imprescindível para a sobrevivência do negócio.

Foi por conta desse cenário que as empresas começaram a testar diferentes formas de abordagem para se aproximar do público. Uma das alternativas que encontraram foi a adoção de um método chamado de Storytelling. Ao tornar a experiência do cliente mais humanizada, as empresas encontraram uma ótima estratégia para fazer as pessoas se apaixonarem o seu negócio.

Certo, mas o que é storytelling?

Definição

Storytelling é um termo que vem do inglês (story ou história + telling ou contar) e significa “narração de histórias”. É uma ferramenta capaz de transformar e histórias e acontecimentos em narrativas que emocionam o público e se eternizam na memória de quem as ouviu ou as viu.

Apesar de somente ter recebido atenção recentemente nas empresas, o storytelling é um recurso proveniente de áreas como a literatura e o cinema. Na verdade, a tradição de contar histórias está presente desde os tempos mais primitivos da raça humana e serviu como forma de criar laços e gerar conexão entre as pessoas.

O ser humano sempre sentiu atração por histórias. É por isso que o storytelling está sendo cada vez mais usado. Histórias são baseadas em pessoas, e isso proporciona uma troca de experiência autêntica entre a empresa e o cliente, tornando-se, portanto, uma forma muito mais eficaz de comunicação ao gerar um rapport com o consumidor.

Agora que você já está familiarizado com o termo, vamos entender um pouco mais sobre como a narração de histórias é feita.

Como usar o Storytelling?

O primeiro passo é identificar o seu objetivo. Quais os motivos que fizeram você querer narrar determinada história? Que reações você quer provocar?

Outra parte importante é saber qual será o seu público. Para isso, torna-se importante conhecer essas pessoas. Se você já tiver uma buyer persona, essa é a hora de utilizá-la. Saber com quem você irá falar ajudará a elaborar a sua narrativa, ao inserir gatilhos que geram empatia.

Quando você termina esse processo, chega a hora de estruturar a sua história. Divida-a em três atos:

  • Começo, no qual será apresentada a situação e toda a ambientação no qual a história irá progredir;
  • Desenvolvimento, parte que contém as dificuldades que a sua personagem irá enfrentar e o clímax, que é o momento máximo da sua história;
  • Conclusão, que é o desfecho de tudo o que se passou e, nesse caso, apresenta a solução de como o seu produto ou serviço resolve a dor do consumidor.

Lembre-se de criar personagens marcantes e inserir elementos que emocionem o público. Tome cuidado para não se prolongar demais nas descrições, é interessante que as histórias não sejam tão longas. Caso contrário pode acontecer de o público perder interesse no que você tem a dizer.

Onde usar o Storytelling?

O storytelling pode ser usado em diversas ocasiões, desde um pitch de vendas até na apresentação da sua empresa. Não importa se a empresa é B2B (negócios entre empresas) ou B2C (negócio entre empresa e consumidor), o storytelling sempre pode trazer benefícios.

Que tal analisarmos alguns casos interessantes no qual ele foi usado? Vamos lá!

O uso mais comum do storytelling é dentro de campanhas de marketing. Através da incorporação dessa técnica, a empresa cria uma forma de vender o seu produto utilizando recursos persuasivos e não invasivos.

Existem várias ações que seguem esse raciocínio, uma que nos chamou atenção foi a da Dove, empresa de higiene pessoal. O comercial tem como slogan a frase “Você é mais bonita do que pensa” e tem como objetivo trazer uma reflexão sobre como nos enxergamos. Veja a ação no link: https://www.youtube.com/watch?v=ABups4euCW4

Outro caso é no Branding. Esse termo designa o esforço que gira em torno da gestão da sua marca e qualquer tipo de percepção que as pessoas têm dela. Construir uma história em torno da sua marca através do storytelling é uma forma eficaz de destacar o seu produto.

Um ótimo exemplo é a Coca-Cola, que sempre busca associar a sua bebida a momentos felizes e cria uma série de narrativas ao redor desse conceito. Ao disseminar a logo “abra a felicidade” a marca acaba agregando um valor muito maior ao seu produto e cria uma lembrança positiva na mente do consumidor.  

Conclusão

Conseguiu entender o poder que as histórias têm? Pois é! Hoje, não basta ter um produto bom, é preciso ter algo por trás dele. As pessoas querem se identificar com o que você oferece e querem ver um propósito na sua marca. O storytelling certamente vai te ajudar a fazer isso!